Segunda-feira, 17 de Novembro de 2008

Escola Holandesa II e Haia

O último dia na Holanda foi quarta-feira, 12 de Novembro. Este é o último post relativo a esta viagem.

Estive na Holanda no âmbito de um projecto de intercâmbio entre escolas europeias.

 

Neste dia começámos às 8.30, na sala de professores da escola holandesa.

 

 

A sala de professores tem kitchnette. Aqui vemos os professores a preparar o seu almoço constituído por fatias de pão que podem ser cobertas com carne ou peixe fumados, queijo, legumes e fruta.

A escola não tem refeitório porque todos os alunos levam o seu almoço de casa. 

 

 

De seguida tivemos a última reunião de trabalho.

Os trabalhos do Projecto a realizar até Novembro de 2009 ficaram definidos. Nesse mês haverá nova reunião em Portugal, no Colégio.

Até lá haverá intercâmbios com alunos na Turquia em Fevereiro e na Madeira em Maio.

 

 

Depois fomos visitar a escola.

A primeira sala que visitamos era uma cozinha onde os alunos estavam a fazer doces de Natal chamados Speculaas.

Na Holanda é o Pai Natal (Saint Nicolas) que traz os presentes que são trocados no dia 5 de Dezembro.

 


 

Continuamos a nossa visita pelas salas. 

 

 

Os alunos holandeses também são bem-dispostos.

 

 

Visitámos a sala de Mecânica onde estavam alunas a montar kits de robots em madeira e metal.

 


 

Depois o Ginásio, no último piso da escola. A parede branca à direita é uma cortina que esconde outro espaço igual a este.

 

 

Aqui um aspecto dos computadores disponíveis para os alunos no hall do 1º piso. Na janela dois símbolos da Holanda: as bicicletas e a água.

 

 

Uma vista do átrio principal da escola.

 

 

Esta era uma aula de Inglês. As alunas trabalhavam no seu portefólio.

 

 

O edifício tinha detalhes arquitectónicos interessantes.

 


 

Um dos professores holandeses apresentou-nos a página do projecto na Internet. Ainda não está on-line.

 

 

Quando regressámos à "sala-cozinha", os alunos estavam a embalar os biscoitos de Natal para nos oferecer.

 


 

Almoçamos na escola e seguimos para Haia, a 14 km de Delft.

 

Visitámos o Madurodam, uma espécie de "Portugal dos Pequeninos" holandês onde se pode ver a Holanda em miniatura.

 

 

Tudo isto é em miniatura e as árvores são bonsai

 


 

Já anoitecia mas ainda tivemos tempo para um breve passeio pelo centro de Haia.

É uma cidade muito moderna mas com tradição.

 

 

E pronto. Depois foi fazer as malas e regressar.

 

Quero agradecer aqui aos professores holandeses que nos receberam.

De uma simpatia inexcedível, cuidaram muito bem de todos os detalhes da nossa estadia.

publicado por Luís Peça às 00:00
link do post | comentar | ver comentários (3) | favorito

«Contempla-se o mar. À força de o vermos gastamo-nos nele, usamos por inteiro as suas quatro lembranças. Desconhece-se que delírio de ignorância nos vai arrebatar.»

Marguerite Duras, Vida Tranquila

.mais sobre mim

.tags

. todas as tags

.posts recentes

. Escola Holandesa II e Hai...

.arquivos

. Junho 2011

. Setembro 2010

. Maio 2010

. Dezembro 2009

. Novembro 2009

. Setembro 2009

. Agosto 2009

. Julho 2009

. Junho 2009

. Maio 2009

. Abril 2009

. Março 2009

. Fevereiro 2009

. Janeiro 2009

. Dezembro 2008

. Novembro 2008

. Outubro 2008

. Setembro 2008

.links

.pesquisar

 

.subscrever feeds

Pergolas
Pergolas
online

.últ. comentários

a bebida do caju é jambalau
Discurso motivador, interessante, sensacional; Waw...
O caju come-se quando está bem madurinho. Tem de p...
Era a lente. Já limpei.
Epá!!! Essa lente, ou esse sensor estão cheios de ...
Olá eu gostava de lhe perguntar uma coisa...tenho ...
Fica muito melhor!
HDR é sem dúvida uma técnica espectacular!
Sitio óptimo para andar descalço.
E esta fórmula serve exactamente para Administrar ...